sábado, 16 de agosto de 2014

RR Donnelley: mais uma fábrica ocupada na Argentina e colocada para produzir sob controle dos trabalhadores, sem patrões

Como enfrentar as demissões na indústria?



Por um metalúrgico de Contagem - MG

Na indústria é onde nossa classe mais está sendo atacada, com demissões em massa em algumas categorias e fábricas, além de suspensões, lay-off etc. Em alguns casos, como em sapateiros de Franca, acaba de haver mais de 5 mil demissões. Muitas vezes, por trás de um discurso de dificuldades financeiras, na verdade temos sedentos empresários em busca de mais lucro. Atualmente esse é um tema bastante comentado pelos companheiros metalúrgicos, de autopeças e outras categorias no Brasil.
Na Argentina acabamos de ter um exemplo de como lutar contra esses ataques. A gráfica RR Donnelley fechou a fábrica dia 11/8 sem nenhum aviso prévio, querendo deixar 407 famílias sem sustento. O discurso patronal culpava as reivindicações dos trabalhadores, “cada vez mais exigentes”, para sustentar a ideia de que “o negócio deixou de ser rentável”. Fica evidente que o fechamento não era por motivos econômicos, pois estão lucrando milhões, mas para atacar os trabalhadores que vinham se organizando pela base. Estão tentando deslegitimar trabalhadores eleitos da comissão de fábrica, somente pelo fato de serem de esquerda ou serem parte do PTS (Partido dos Trabalhadores Socialistas). A resposta dos trabalhadores não foi menos decidida, após assembleia, organizaram a ocupação da fábrica e retomada da produção, seguindo o exemplo da fábrica de cerâmica Zanon, também na Argentina, que há mais de 10 anos funciona sob controle dos trabalhadores.

Chamamos os operários brasileiros a conhecer essa luta, pois temos muito a aprender com ela em como enfrentar os ataques. E chamamos a apoiá-la, em especial os trabalhadores da RR Donnelley no Brasil.

0 comentários:

Postar um comentário

RSS FeedRSS

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Lady Gaga, Salman Khan